Av. Ipiranga, 5311 - Sala 206

Horário de Atendimento:
de 2ª a 6ª das 13:00 às 19:00

Fone: (51) 3339.2441

Área do Associado

A relação entre a depressão e o trabalho

A depressão é considerada o mal do século XXI. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), são mais de 320 milhões de casos no mundo, sendo quase 12 milhões só no Brasil.

O crescimento do número de casos da doença tem provocado a realização de estudos e pesquisas relacionando a depressão ao trabalho. Quando um processo depressivo é desencadeado no trabalho, ele tanto pode ser um problema do funcionário como a função pode ser o problema que serve de estopim para a crise.

Pessoas com depressão costuma apresentar baixa autoestima, cansaço, culpa, déficit de concentração, distúrbios de sono e na alimentação, perda de interesse e prazer, e sentimentos de prostração.

"O trabalho não pode realmente causar depressão", disse Clare Miller, diretora da Partnership for Workplace Mental Health, um braço da American Medical Association, projetado para ajudar os empregadores a lidar e fortalecer a saúde mental dos funcionários. "Se alguém está predisposto a realmente ter depressão, o trabalho pode ser uma força boa ou pode ser prejudicial. Mas ninguém tem simplesmente depressão pelo trabalho. Precisa haver outras coisas acontecendo lá".

Alguns fatores podem contribuir negativamente no ânimo e disposição do trabalhador como estar em uma função em que ele se sente deslocado; não ser valorizado; excesso de trabalho; bullying; além da saudade da família ou tristeza por passar pouco tempo com a família.

    Globalltek