Av. Ipiranga, 5311 - Sala 206

Horário de Atendimento:
de 2ª a 6ª das 13:00 às 19:00

Fone: (51) 3339.2441

Área do Associado

Doenças cardiovasculares já matam mais do que o câncer

Em todo o mundo, cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem vítimas de doenças cardiovasculares a cada ano, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, a situação não é diferente. A média anual chega a 350 mil, o que corresponde a uma vida perdida a cada 40 segundos; duas vezes mais que todas as mortes decorrentes de câncer e seis vezes mais do que as provocadas por todas as infecções no país.

A cardiopatia isquêmica, uma das doenças cardiovasculares mais comuns, é causada pela hipertensão, tabagismo, diabetes, sedentarismo, obesidade e, ainda, pelo colesterol alto. Para o diretor cientifico da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio Grande do Sul (Socergs), Carlos Delmar do Amaral Ferreira, é importante ficar atento a sintomas como dor no peito, falta de ar, cansaço, palpitação e desmaio. “Conhecemos 80% dos fatores de risco. Mesmo assim, 20% das pessoas que não têm nenhum destes sintomas sofrerão alguma doença cardiovascular. Por isso, sugerimos para as pessoas consultarem um médico regularmente”.

Para a prevenção dessas doenças, é preciso minimizar os fatores de risco – isto é, deixar de fumar; controlar a pressão, colesterol e diabetes. “Manter bons hábitos desde criança, como a alimentação saudável e a atividade física regular, ajuda a ser um adulto sem problemas de saúde”, destaca Ferreira.

Fonte: SIMERS

 

    Globalltek